• Passo Fundo - RS

    (54) 3314 8983

  • Campo Mourão - PR

    (44) 3529 1363

  • Rondonópolis - MT

    (66) 3421 9908

Notícias

Oliveira, uma cultura com potencial de crescimento no RS

A Comissão de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul (CSM/RS), presidida por Airton França Lange, da Fundação Pró-Sementes, está articulando junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a regulamentação de Normas e Padrões para a Produção e Comercialização de Mudas de Oliveira.

Em reunião realizada na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do RS em Porto Alegre (RS) no dia 28 de outubro de 2015, a CSM/RS, a Câmara Setorial da Citricultura e Olivicultura e o Grupo Técnico da Olivicultura traçaram estratégias para a elaboração de propostas de normas e padrões que serão encaminhadas para a avaliação da Coordenadoria de Sementes e Mudas do MAPA. Segundo Lange, o principal objetivo é organizar o setor a fim de colocar no mercado mudas identificadas, indexadas, validadas e, principalmente, livres de doenças e pragas. De acordo com o presidente da CSM/RS, ficou evidente o otimismo do Grupo Técnico da Olivicultura, principalmente porque esta atividade desponta como uma alternativa para agricultores localizados em áreas em que esta espécie se adapta, podendo se tornar uma nova fonte de renda para os mesmos.

“O cultivo de oliveiras no Rio Grande do Sul está crescendo, e por isso, é importante começarmos com uma base sólida, com mudas produzidas de acordo com as normas e padrões que serão estabelecidas em breve pelo Ministério da Agricultura”, observa Airton França Lange.

De acordo com Paulo Lipp João, coordenador da Câmara Setorial da Citricultura e Olivicultura da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do RS, a qualidade da muda é fundamental para a expansão e consolidação da cultura no estado.

Em nota encaminhada ao MAPA solicitando a regulamentação da produção de mudas de oliveira, a Secretaria de Agricultura destaca que o RS é o estado brasileiro com maior potencial de expansão de cultivo de oliveiras e produção de azeite e azeitonas em conserva. No ano passado, a área cultivada chegou a 1.400 hectares, concentrados principalmente em municípios da metade sul.

Uma nova reunião está agendada para dezembro para dar continuidade às discussões. Em outubro, estiveram presentes ao encontro o presidente da CSM/RS, Airton França Lange, o vice-presidente da CSM/RS. Gaspar Santana, o secretário executivo da CSM/RS e Fiscal Federal Agropecuário do MAPA Odalniro Dutra, e o Coordenador da Câmara Setorial da Citricultura e Olivicultura Paulo Lippp João. Também participaram Fabricio Carlotto (Viveiro Olivas do Sul), Enilton Coutinho (Embrapa-CPACT), Adilson Tonietto (Fepagro/RS), Vagner Costa (Unipampa), Tailor Garcia (Emater/RS), Ricardo Furtado (MAPA) e Osmar Rosa (Viveiro Tecnoplanta).

A Fundação Pró-Sementes de Apoio á Pesquisa, instituição componente da CSM/RS, na qual o Presidente da Comissão desempenha suas atividades na área de certificação de sementes, apoia esta regulamentação. “Certamente será  um marco  importante para a expansão dos olivais , tanto no Rio Grande do Sul como em outros estados que já cultivam esta espécie  milenar”, afirma Airton França Lange.

Nos dias 25 e 26 de novembro, o setor estará reunido em Bagé (RS) para o Encontro Estadual de Olivicultura.

© 2013 Fundacao Pro-Sementes . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas